Novembro Azul: saiba tudo sobre o exame PSA

4 minutos para ler

Novembro azul é o mês mundial de prevenção e combate ao câncer de próstata. No Brasil, a cada 38 minutos, um homem morre vítima da doença, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que está localizada abaixo da bexiga e pesa cerca de 20 gramas. Sua principal função é produzir o esperma, junto com as vesículas seminais.

O câncer de próstata corresponde a 28% da causa de morte entre os homens que apresentam algum tipo de neoplasia, que é o nome que se dá ao crescimento anormal do número de células de um tecido, podendo ser benigno ou maligno. Esses números dão conta da importância da prevenção que pode ser feita através de exames que incluem o toque retal e o exame de PSA.

Quando realizar os exames de próstata?

De acordo com o Ministério da Saúde, homens a partir dos 45 anos, com fatores de risco (histórico familiar, etnia negra e obesidade); e a partir dos 50, sem fatores de risco, devem procurar o urologista para fazer uma avaliação.

Num primeiro momento, é realizado o exame de toque retal, através do qual é possível avaliar alterações na próstata e a presença de nódulos.

O exame de toque retal consegue identificar cerca de 20% dos casos. Por isso, o médico pode solicitar a realização do exame de PSA para fechar um diagnóstico.

Como é realizado o exame de PSA e o que ele mostra?

O exame é realizado através de pequena coleta de sangue, por meio da qual se analisa a dosagem de PSA (Antígeno Prostático Específico), uma enzima produzida pelas células da próstata.

O aumento da concentração dessa enzima no sangue pode indicar alterações na próstata, entre elas:

• Prostatite;

• Hipertrofia benigna;

• Câncer.

O exame de PSA é indolor, realizado em laboratório e deve ser realizado pelo menos uma vez por ano, a partir dos 45 anos, ou a critério médico.

O resultado deve ser avaliado pelo médico solicitante, pois nem sempre uma concentração alta da enzima é indicativo de câncer. Fatores como infecção urinária e retenção de urina, podem elevar o valor do PSA no sangue.

O diagnóstico depende da avaliação do especialista, que levará em conta todos os aspectos clínicos e demais exames solicitados.

O diagnóstico precoce é a melhor forma de tratar a doença. Conforme dados fornecidos pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a doença tem 90% de chance de cura, quando diagnosticada precocemente.

Quais os sintomas do câncer de próstata

Na fase inicial, o câncer de próstata costuma ser assintomático, por isso é fundamental ter uma rotina de cuidados com a saúdecom a visita ao médico, principalmente a partir dos 50 anos, quando o câncer de próstata costuma ser a segunda principal causa de morte por câncer nessa faixa etária, segundo informação do presidente da SBU, Prof. Antonio Carlos Lima Pompeo.

Quando os sinais começam a ser sentidos, em cerca de 95% dos casos, a doença já está em estágio mais avançado, e os sintomas mais frequentes são:

• dor ao urinar;

• vontade frequente de urinar;

• sangue na urina e/ou no sêmen;

• dor nos ossos.

A campanha novembro azul é uma forma de despertar os homens para a importância de buscar a prevenção e realizar periodicamente avaliação médica e realizar os exames necessários.

Na Clinipae, temos excelentes profissionais que podem dar todo suporte necessário para prevenção dessa e outras doenças. Marque sua consulta em nosso site.

Posts relacionados

Deixe um comentário